Conteúdo duradouro na Internet

A criação de conteúdo é um trabalho duro. Portanto, se você vai se dar ao trabalho de produzir conteúdo, vai querer se certificar de que o seu investimento vai gerar um excelente lucro por um longo período de tempo.

E se cada um dos seus artigos e posts de blog fossem canais de dinheiro que nunca, jamais, desligam? E se eles continuassem a te trazer acessos, conversões e rendimentos?

Eu vou lhe dizer como conseguir isso.

Para fazer uma estratégia de marketing de conteúdo com um ROI de longa duração você precisa criar um conteúdo duradouro. Esse tipo de conteúdo mantém sua relevância por muito tempo. Um conteúdo duradouro é como um artigo que você lê hoje e pensa “Nossa, isso é incrível!”. E quando, após um ano, você o relê, ainda pensa “Olha, esse artigo é realmente muito bom!” Um conteúdo duradouro não se desatualiza, e por isso lhe garante um retorno de longa duração para o seu investimento.

Por que você vai querer escrever um conteúdo duradouro?

Um conteúdo duradouro é a melhor forma de extrair o máximo daquilo que você cria pelo maior período de tempo. Existem quatro motivos para isso:

1. O conteúdo duradouro gera um tráfego consistente e por um longo período de tempo.Um tráfego de longa duração lhe dá um ROI de longa duração. Quanto mais pessoas visitam o seu site, maiores são as chances de algumas delas converterem com base naquele seu conteúdo.

2. Um conteúdo duradouro vai produzir conversões por muito tempo. Se você é capaz de escrever um texto realmente interessante e convincente, ele sempre produzirá conversões enquanto houver pessoas interessadas em lê-lo. Um forte CTA é sempre uma boa pedida.

3. Um conteúdo duradouro gera confiança e confiança gera conversões. Para que um conteúdo seja confiável, ele precisa ser relevante. Para que ele seja relevante por muito tempo, ele precisa ser duradouro.

4. Um conteúdo duradouro faz com que ele seja compartilhado por muito tempo. Quanto mais o seu artigo é compartilhado e quanto mais ele circula, mais ele trará benefícios a longo prazo.

Quer começar a criar um conteúdo duradouro? Eis aqui as seis qualidades que o seu conteúdo precisa ter para ajudar a alavancar o ROI de longa duração.

1) Escreva exatamente aquilo que o seu público quer.

O primeiro passo para se criar um conteúdo duradouro é conhecer o seu público. Você precisa entender aquilo que repercute entre eles. Eis aqui algumas das perguntas pertinentes para se fazer a respeito do seu nicho:

• Que assuntos são sempre relevantes?

• Quais objetivos são sempre válidos?

• Quais são as controvérsias que nunca acabam?

• Que problemas precisam ser sempre resolvidos?

• Quais habilidades serão sempre necessárias?

• Quais características do seu mercado específico serão sempre importantes?

Você está à procura de assuntos que nunca saem de moda.

Por exemplo, escrevi um artigo chamado “Como prever as mudanças de algoritmo do Google”. A verdade é que o Google está sempre mudando o seu algoritmo, os SEOs estãosempre interessados nessas mudanças, que, por sua vez, sempre afetam os rankings no Google, etc. Eu sei que esse artigo vai permanecer relevante, não importa quais mudanças o Google realmente faça.

2) Atualize boa parte do seu conteúdo regularmente.

O motivo mais importante pelo qual você deve atualizar o seu conteúdo é que o Google ama um conteúdo novo. Se você atualizar o seu conteúdo com frequência, o algoritmo vai favorecê-lo na página de resultados (SERP). Isso realmente funciona. Essa tática é chamada de “freshness algorithm” (algoritmo da novidade, em tradução livre).

Existem oito qualidades do algoritmo da novidade que Cyrus Shepard enumera em seu artigo “O Fator da Novidade”. Eis aqui como você pode obter cada uma dessas qualidades para fazer o seu conteúdo antigo conseguir uma posição melhor nos resultados do Google.

• Altere uma quantidade substancial do seu conteúdo. Trocar algumas palavras não causa um grande impacto. Adicionar alguns parágrafos, sim.

• Altere o seu conteúdo com frequência. Duas alterações por ano não é “frequente”. Duas alterações por trimestre, sim. (se você quiser mais informações sobre como fazer isso, dê uma olhada nesse post)

• Atualize o seu site como um todo, frequentemente.

• Mude o conteúdo que aparece acima da dobra – coisas importantes como os títulos e os primeiros parágrafos.

• Faça links para esse conteúdo em outras páginas.

• Faça links para esse conteúdo em outras páginas novas.

• Assegure-se de que o conteúdo é interessante o suficiente para manter a taxa de cliques.

• Assegure-se de que o conteúdo e interessante o bastante para sustentar longos períodos de leitura.

Se você deseja que algum conteúdo seja reindexado e volte aos SERPs, eis no que você deve focar:

• Abra a página no seu sistema de gerenciamento de conteúdo.

• Atualize o título da sua página. Isso não é obrigatoriamente necessário. Só estou mencionando o assunto para te dar um método adicional de como sinalizar para o Google que a sua página foi atualizada. Apenas mude uma frase ou duas. No entanto, certifique-se de que você não está removendo nenhuma palavra-chave importante. Se a sua página não está sendo ranqueada por uma palavra e você quer que isso seja feito, apenas acrescente essa palavra ao título. Claro que você precisa se certificar de que essa é uma palavra relevante para o resto do conteúdo e do site como um todo. O seu título é o que há de mais importante no conteúdo do seu site para fins do SEO, portanto, elabore um bom título.

• Atualize a meta description (descrição). Você pode talvez alterar um pouco a redação. Nada de muito substancial. Você quer apenas dar uma arrumada na descrição e torná-la mais convidativa para quando os usuários começarem a vê-la nos SERPs.

• Atualize o conteúdo propriamente dito – especialmente o conteúdo acima da dobra.

• Altere os H1s ou H2s.

• Faça uma edição geral do seu site. É aqui que você vai editar o seu conteúdo. Eu não me importo com o quão bom era o seu texto quando você o publicou pela primeira vez, provavelmente existem algumas coisas que você pode fazer para melhorá-lo. Acrescente uma frase aqui e ali ou troque a ordem na qual elas aparecem, se possível. Reescreva algumas passagens com uma linguagem diferente.

• Adicione conteúdo novo. Se você puder, vá em frente e expanda os seus artigos. A criação de um conteúdo novo vai ajudar no ranking de uma página antiga.

Você talvez não perceba um aumente meteórico da sua página nos SERPs, mas muito provavelmente perceberá um pequeno aumento no tráfego.

3) Mantenha visível a sua data de publicação.

No esforço de tornar o seu conteúdo duradouro, algumas pessoas optam por esconder a data de publicação. Essa é uma decisão que cabe a você, mas eu fico irritado quando não consigo encontrar a data de publicação de um artigo. Se o conteúdo é duradouro, eu serei capaz de decidir por mim mesmo, mesmo que eu veja uma data antiga.

Se um artigo foi publicado há muitos anos, mas ainda aparece nos SERPs, eu sei que é um conteúdo relevante. As ferramentas de busca estão avançadas o bastante para identificar o conteúdo que presta e aquele que é uma porcaria. Além disso, se o resultado é relevante o suficiente para aparecer na minha consulta, então posso presumir, com certa segurança, que aquele conteúdo contido nos resultados do SERP é também relevante para a minha consulta.

Manter as datas dos seus artigos é sempre uma boa opção. Removê-las não vai tornar o seu conteúdo duradouro, nem vai conseguir enganar as ferramentas de busca ou os seus leitores, fazendo-os pensar que o seu conteúdo é mais relevante.

4) Coloque notas de atualização no seu artigo.

Uma técnica de durabilidade que eu percebi ser muito eficaz é colocar uma nota de atualização num artigo antigo informando aos leitores de que ele foi recentemente atualizado.

Isso ajuda a melhorar a durabilidade do artigo. Um leitor talvez o encontre, reconheça a sua relevância, mas talvez se pergunte se pode ainda confiar nas suas informações, se elas continuam relevantes depois de tanto tempo. Uma breve nota logo no começo do artigo pode ajudá-lo a passar confiança ao leitor.

Pode ser algo tão simples quanto isso:

Eu recentemente atualizei este artigo para levar em consideração o algoritmo Penguin do Google.

Eis um exemplo disso na forbes.com:

image001.png

Os editores de ePHOTHOzine também criaram notas sobre o seu conteúdo atualizado, para assegurar aos seus leitores que eles se mantêm em dia com a tecnologia de fotografia, que está sempre mudando.

image003.png

Dizer aos seus leitores, de forma clara, que o seu conteúdo está atualizado é uma excelente forma de manter as qualidades duradouras do seu artigo.

5) Interaja com os comentários de artigos antigos.

Se eu quero descobrir se um artigo é relevante ou não, eu dou uma olhada nos comentários. Partindo do princípio que as pessoas comentaram, eu procuro quando o último comentário foi postado. Se ele é recente, então eu sei que o artigo ainda possui alguma relevância, mesmo que ele originalmente tenha sido publicado há muito tempo.

Para manter esse sentimento de durabilidade, você precisa interagir com as pessoas nos comentários. Você precisa programar um sistema onde seus comentários sejam enviados para você por e-mail ou que você seja notificado quando alguém escreve um comentário em um artigo antigo. Assim, quando alguém comentar, vá em frente e responda, não importa quando aquele artigo foi publicado.

Eu gostaria de levar isso um pouco mais além. Se eu publiquei um artigo há muito tempo que é relevante para algo que aconteceu agora, então eu talvez volte naquele artigo e dê uma olhada na seção de comentários. Posso escrever um comentário como este:

Eu ouvi falar que muitos sites sentiram uma queda nos rankings quando o Panda foi lançado há alguns anos. Com essa atualização de algoritmo – Pigeon – por acaso os seus rankings mudaram?

Muitos dos que comentaram originalmente no artigo serão notificados sobre o meu novo comentário, reiniciando a discussão. Isso vai propiciar um espaço de interação que vai manter a relevância da página para as pessoas que venham a visitá-la no futuro.

6) Escreva um conteúdo aprofundado e detalhado.

Os artigos que mais perduram são aqueles longos e detalhados. Existem alguns artigos para os quais eu retorno muitas vezes, mesmo que eles tenham sido escritos há muitos anos. Eu sei que o conteúdo é sólido, útil e ainda é relevante. Os autores produziram um conteúdo avançado que não envelhece.

Eis aqui um exemplo desse tipo de conteúdo sólido, detalhado e profundo que eu adoro:

image005.png

Na verdade, eu efetivamente utilizei o post do Shepard enquanto eu pesquisava para este artigo. Mas ele foi publicado em 2011! Eu não ligo. Esse artigo explica alguns aspectos do algoritmo do Google que permanecem, em grande parte, inalterados.

Eu confio no artigo, em parte, porque ele é longo e bem fundamentado, com muitas pesquisas e citações, muitas explicações detalhadas e muitas coisas excelentes.

Conclusão

Uma das melhores formas de se escrever um conteúdo duradouro é algo que eu não mencionei acima. Trata-se simplesmente de escrever um conteúdo excelente. O Google está constantemente atualizando o seu algoritmo para colocar conteúdos de qualidade em uma posição cada vez melhor nos SERPs. Você simplesmente não tem como errar se estiver escrevendo um conteúdo realmente muito bom.

Escrito por Neil Patel | @onte: http://br.hubspot.com/blog/conteudo-roi-duradouro?utm_content=34772633&utm_medium=social&utm_source=twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s