Notícias do dia – 13/09

IBOVESPA deve fazer uma pausa nos recordes, à espera da nova denúncia contra TEMER, que já começa a ser conhecida. O presidente ganhou o seu power point, colocado no centro do “quadrilhão do PMDB”. As acusações não causam nervosismo. É mais uma posição de cautela. O mercado aposta que mais essa crise será superada. A agenda de hoje é 100% política, com sessão importante no STF e o depoimento de LULA a MORO.

… A Suprema Corte julga nesta tarde o pedido de suspeição da defesa de TEMER contra JANOT e a validade das provas obtidas por meio da delação da J&F, em um ambiente de alta tensão entre os ministros.

… Apesar da expectativa de muitas críticas, JANOT não deve ser afastado do caso. O Planalto também acha difícil conseguir maioria para barrar uma segunda denúncia, outro pleito dos advogados do presidente.

… Às vésperas do fim de seu mandato à frente da PGR, um movimento mais forte do STF poderia aumentar os ruídos que envolvem a delação da JBS, mas diz-se que JANOT não vai escapar da fúria de alguns no tribunal.

… Segundo Merval Pereira (Globo), os ministros estariam bastante irritados com o procurador-geral, depois que ele foi flagrado (e fotografado) em um bar de Brasília tomando cerveja com o advogado de JOESLEY.

… TEMER, que elevou o tom para se defender das acusações da PF, começa o dia em café da manhã (8h30) com líderes da base aliada. Já faz parte das articulações para garantir o apoio contra a segunda denúncia.

… As investigações da Polícia Federal apontam TEMER como o chefe da “organização criminosa” do PMDB da Câmara, ao lado de Eduardo CUNHA, MOREIRA Franco, Eliseu PADILHA e Henrique ALVES (preso).

… O relatório, que atribui vantagens de R$ 31,5 milhões ao presidente em esquemas de corrupção com contratos públicos, deve sustentar a última flecha do procurador-geral da República, esperada para esta semana.

… No café da manhã de hoje, aliados traçam a estratégia para enfrentar a denúncia, que querem “liquidar” em uma semana, abrindo espaço para a agenda econômica. Das conversas, pode sair o nome do relator na CCJ.

… Governistas já trabalham para emplacar um aliado, que decidirá pelo prosseguimento ou não do processo, e gostariam de manter o deputado Paulo ABI-ACKEL (PSDB-MG) na relatoria, como da primeira vez.

… Em mais dois reveses, nesta 3ªF, delação de FUNARO aponta TEMER como beneficiário de propinas ligadas a ANGRA 3 e BARROSO (STF) aceitou pedido de JANOT para investigar irregularidades no “decreto dos portos”.

LULA – Será interrogado hoje, a partir das 14h, pelo juiz Sérgio MORO, em Curitiba, na ação penal em que ele é acusado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, supostamente recebido da ODEBRECHT.

… Nesta 3ªF, o ex-presidente escapou por pouco de ser convocado pela CPI do BNDES. Na verdade, a comissão voltou atrás na decisão de convocar LULA, depois dos protestos do senador LINDBERGH Farias (PT).

… Luciano COUTINHO e Guido MANTEGA, ambos ex-presidentes do BNDES no governo LULA, estão confirmados.

… Em outra notícia negativa para LULA, o procurador HEBERT Mesquita, responsável pela Operação Zelotes, declarou que as provas de tráfico de influência contra o ex-presidente são “batom na cueca”.

… Documentos comprovam que LULA e o filho estariam envolvidos em negociações com lobistas para a compra de caças suecos e edição da MP que prorrogou inventivos fiscais a montadoras, no governo DILMA.

REFIS – Acordo entre parlamentares e a equipe econômica já estaria fechado, prevendo um desconto máximo de 70% nas multas (texto original previa 50%). O texto poderá entrar na pauta de votação na Câmara, nesta 4ªF.

… Ontem à noite, foi aprovado o texto-base da MP 780, que institui o Programa de Regularização de Débitos não Tributários (PRD), uma espécie de REFIS para as dívidas não tributárias com autarquias e fundações.

… A MP beneficia empresas como operadora de telefonia OI, que está em processo de recuperação judicial e terá a chance de refinanciar dívidas com autarquias federais que somam mais de R$ 60 bilhões.

… Ainda hoje, líderes partidários tentarão votar a reforma Política, que altera o sistema eleitoral e cria um fundo eleitoral para bancar campanhas a partir de 2018. Ontem, não teve acordo. De novo…

MAIS AGENDA – O dia é fraco em termo de indicadores, com a primeira prévia de setembro do IPC-FIPE (5h) e o fluxo cambial semanal (12h30). ILAN se reúne à tarde com integrante do FMI e, à noite, com DYOGO Oliveira.

DEU O MOTIVO – Decisão de BARROSO contra TEMER deu o start para o investidor tomar algum fôlego na bolsa, na reta final do pregão, depois da onda de euforia que viabilizou os novos recordes históricos.

… Mas nenhum ajuste mais forte é esperado para o IBOVESPA. Traders apostam, no máximo, em realizações pontuais de lucro, diante das previsões que continuam muito otimistas para o mercado.

… Ontem, o UBS falou em 84 mil pontos no intervalo de um ano. Para a ITAÚ Corretora, o primeiro nível de resistência está nos 77 mil. Na máxima desta 3ªF, a bolsa já investiu até 75.332,22 pontos (+1,36%).

… Pela manhã, nem mesmo o noticiário do “quadrilhão do PMDB” afetou a disposição do investidor no círculo virtuoso do mercado, que anda muito convidativo, com o juro rumo à menor marca de todos os tempos.

… Mas, a menos de uma hora do fechamento, o IBOVESPA deu sinais de que pretende fazer a parada estratégica, antes de seguir em frente. Desacelerou a alta para 0,3%, ainda marcando novo recorde (74.538,55 pontos).

… Sensíveis ao risco político, as estatais entraram no canal de vendas. PETROBRAS virou, descolando do petróleo (abaixo), para fechar em queda de 0,80%, R$ 14,87 (PN) e -0,77%, R$ 15,40 (ON). BB ON recuou 1,15%.

… Bancos privados caíram menos: BRADESCO PN, -0,14% (R$ 35,26) e ITAÚ UNIBANCO PN, -0,28% (R$ 42,63).

… VALE resistiu em alta (ON, +0,48%, R$ 35,26) e evitou que a bolsa invertesse a mão, para o terreno negativo.

CEMIG – Emplacou ganho firme (PN, +3,56%) com a notícia de que a VALE declarou ter interesse nas usinas. A participação seria por meio da ALIANÇA, na qual a mineradora tem fatia de 55% e a estatal mineira, de 45%.

… No Broadcast, o governo avalia que não há mais o que fazer, depois de o TCU proibir as negociações de uma solução alternativa ao leilão de concessões com a CEMIG, e manteve a data da disputa para o dia 27.

… Já na Folha, a elétrica ainda tenta uma última cartada, que envolve recursos de investidores chineses.

… Em nova proposta, apresentada informalmente ao Planejamento, teria sugerido ficar com as usinas menores (Jaguara e Miranda) e, em associação com os chineses, garantir a operação da terceira e maior hidrelétrica.

… Os investidores asiáticos seriam os principais financiadores da usina de São Simão, com R$ 6,5 bilhões.

… Já a CEMIG desembolsaria R$ 3,2 bilhões pelas outras duas hidrelétricas. Mas parte desse pagamento poderia ser abatido, porque a companhia afirma ter a receber R$ 1 bilhão em indenização do governo.

… A quarta hidrelétrica (Volta Grande), com concessão avaliada em R$ 1,3 bilhão, seria devolvida à União.

2018 DÁ JOGO – A ata do COPOM consolidou a aposta de queda do juro para até 7% no fim do ano, com a “redução moderada” de outubro (0,75 ponto) e mais 0,50 ponto em dezembro. O fim do ciclo está em aberto.

… Nem o BC nem o mercado descartam que a SELIC possa continuar caindo no ano que vem, com as novas surpresas da inflação, que derrubariam a taxa a 6,75% ou 6,50%. Apostas mais otimistas correm por fora.

… A chance isolada de o COPOM encerrar o ciclo mais perto de 6% dependeria do desfecho das reformas.

… Seja como for, a retomada econômica tende a desacelerar ainda mais o ritmo dos potenciais cortes no juro em 2018 para 0,25 ponto. Ontem, MEIRELLES voltou a transmitir mensagens de confiança para o PIB.

… Projetou crescimento de “3% ou mais” na entrada de 2018 e disse que a expectativa é de que o Brasil já feche 2017 rodando acima de 2%. Embora a previsão oficial ainda siga em 0,5%, a Fazenda promete uma revisão.

… Ontem, o IBGE divulgou que o comércio teve o melhor mês de julho desde 2013. As vendas no varejo ampliado (inclui material de construção e veículos) subiram 0,2% contra junho, surpreendendo a mediana (-1,3%).

… Na curva do DI, apesar de a ata só ter confirmado o comunicado dovish, a ponta curta cavou espaço para cair mais. O contrato para janeiro/18 recuou para 7,645%, de 7,660%, e o janeiro/19 pagou 7,64%, de 7,68%.

… Já os juros mais longos reproduziram a percepção de risco político e a aceleração do dólar na segunda metade do dia (abaixo). O janeiro/21 subiu de 8,99% para 9,02% e o janeiro/23, de 9,61% para 9,65%.

CÂMBIO – Está difícil comprar qualquer versão de que o DÓLAR apreciado venha para ficar, porque a nova flecha contra TEMER não pega ninguém de surpresa e o FED dovish facilita, e muito, a disputa do fluxo.

… A alta da moeda ontem, de 0,72%, para R$ 3,1276, coincidiu com um dia de impulso do dólar contra as divisas emergentes. Voltando lá fora, deve voltar aqui, embora alguma cautela deva ser mantida antes da denúncia.

… Na faixa de oscilação atual, o dólar pode subir até o teto de R$ 3,15, no máximo de posição defensiva.

BONANÇA – NY foi de novo para o risco, com um recorde triplo nas bolsas, queda do iene e alívio renovado nos Treasuries, agora que os EUA saíram do olho do furacão e desfrutam da trégua na Coreia do Norte.

… Sem apelo por segurança, as taxas dos bônus operaram em alta pelo segundo pregão consecutivo. O juro de dois anos avançou para 1,326%, de 1,318%, e o de dez anos subiu para 2,169%, de 2,126% na véspera.

… No câmbio, a proteção do IENE (109,46/US$) voltou a ser dispensada. O EURO (US$ 1,1953) subiu, mas ainda não resgatou o nível de US$ 1,20. A estrela do dia foi a LIBRA, negociada na máxima do ano (US$ 1,3164).

… O gatilho de alta veio do dado de inflação mais forte do que o esperado no Reino Unido. O CPI anual deu um salto de 2,6% em julho para 2,9% no mês passado, acima do consenso do mercado, que esperava 2,8%.

… O resultado volta a superar com tranquilidade a meta do BC inglês, de 2%, e antecipa apostas de discurso mais hawkish do BoE na reunião de política monetária de amanhã. Mas um aperto imediato do juro parece difícil.

… Segundo o JPMORGAN, o crescimento econômico ainda abaixo da média histórica no Reino Unido, a expansão salarial moderada e a incerteza do BREXIT inibem os falcões a agirem agora. Mas já podem preparar o espírito.

ANTICLÍMAX – Deu ruim no grande dia da APPLE para o lançamento de seus novos produtos. Maior novidade da temporada, o sistema de reconhecimento facial do novo iPhone apresentou uma falha e ofuscou o brilho.

… Os papéis da companhia, que chegaram a subir mais de 1%, zeraram tudo e inverteram, chegando a cair mais de 1% no pior momento, embora tenham desacelerado as perdas até o fechamento (-0,40%).

… Apesar da decepção, o APPLE compensou as bolsas com o anúncio de parcerias com a NETFLIX (+1,88%) e a ESPN, que pertence à WALT DISNEY (+0,82%), garantindo máximas históricas aos três índices de ações.

… O DOW Jones registrou alta de 0,28%, aos 22.118,86 pontos, o S&P 500 renovou o recorde, ao avançar mais 0,34%, aos 2.496,48 pontos, enquanto o Nasdaq ganhou 0,34% e estabeleceu seu pico aos 6.454,28 pontos.

PETRÓLEO – Ficou mais caro com o relatório mensal da OPEP, que trouxe previsão de demanda maior e queda na produção do cartel em agosto, no sinal de eficácia do pacto de corte.

… Na NYMEX, o WTI fechou em alta de 0,33%, a US$ 48,23. Na ICE, o BRENT avançou 0,79%, a US$ 54,27.

… Fica hoje a expectativa pelo relatório mensal da AIE (5h) e pelos estoques do DoE (11h30), que têm previsão de alta para o óleo bruto (+3,7 milhões de barris) e destilados (+1,3 milhão) e queda para a gasolina (-3 milhões).

… Ontem à noite, o API indicou que a oferta cresceu em 6,2 milhões, na semana passada, com os furacões.

O DIA LÁ FORA – Ainda nos EUA, sai o PPI (9h30), com previsão de alta de 0,3% em agosto. Na Europa, a agenda inclui a produção industrial da zona do euro em julho e a inflação ao consumidor da Alemanha em agosto.

COREIA DO NORTE – Ameaçou acelerar o programa de armas, depois das novas sanções impostas pela ONU.

EM TEMPO… O governo editará MP que aumenta prazo para as concessionárias terminarem obras em rodovias…

… R$ 20 bilhões em obras de duplicação previstas para ocorrer em cinco anos serão feitas em até 14 anos…

… Com o prazo mais longo, expectativa é de que empresas reequilibrem caixa e obtenham crédito no BNDES.

ARTESP apresenta hoje projeto para concessão de cinco novos lotes de transporte intermunicipal rodoviário.

PETROBRAS contratou junto ao BB uma Nota de Crédito à Exportação (NCE) no valor de R$ 4,5 bilhões…

… A estatal realizou pré-pagamento de financiamentos com o JPMORGAN CHASE, no valor de US$ 1,13 bilhão.

PETROS. O conselho deliberativo aprovou o Plano de Equacionamento do Déficit (PED)…

… O megarrombo a ser coberto é de R$ 27,7 bilhões. A Petrobras terá que contribuir com R$ 12,8 bilhões.

BRASKEM marcou para dia 29 AGE para acionistas deliberarem sobre a compra da Cetrel, do Grupo Odebrecht.

LIGHT. A Cemig divulgou os critérios para a seleção de investidores estratégicos na companhia elétrica…

… Interessado deve ter capacidade para fazer investimento mínimo de US$ 700 milhões em uma única transação.

GUIDE. Banco Indusval anunciou a venda de 70% do capital da corretora à chinesa Fosun, por R$ 290 milhões.

AZUL confirma que fará uma oferta pública de distribuição secundária, que poderá movimentar R$ 1,074 bilhão.

KLABIN confirmou captação de US$ 500 milhões com bônus verdes (greenbonds).

CVC. O conselho de administração aprovou emissão de debêntures para captar até R$ 600 milhões.

OURO VERDE aprova a 6ª emissão pública de debêntures simples, de R$ 254,770 milhões com esforços restritos.

SER EDUCACIONAL. O conselho de administração aprovou aumento do capital social de até R$ 400 milhões…

… A empresa participa de processo competitivo para comprar fatia majoritária em faculdade.

ELETROPAULO. Após aprovação da migração para o Novo Mercado, acionistas exercerão direito de retirada.

GRUPO PÃO DE AÇÚCAR. Banco Ourinvest pediu arbitragem para discutir locação de imóveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s