Notícias Diárias – 14/09

Deve ser apresentada até o fim da tarde (Folha) a segunda denúncia de JANOT contra TEMER, mas a reação do mercado às últimas acusações ao presidente, que já vazaram, antecipa o anticlímax. Até outro dia ainda se acreditava em um leve impacto. Hoje, nem isso mais. A bolsa não larga o osso e não quer saber de cautela, só de novos recordes, enquanto dólar e juros acomodam-se nos níveis mais baixos do cenário de estresse.

… A preocupação do investidor com um afastamento de TEMER é zero. Essa convicção ganhou força desde que a delação de JOESLEY fez água. O mercado vibra com cada evidência de que a PGR botou os pés pelas mãos.

… Depois de dois anos de crise brava, ninguém quer jogar fora a recuperação da economia, ainda incipiente, mas sustentada pela queda da inflação e dos juros, e pelos avanços nas reformas estruturais para o ajuste fiscal.

… O mercado aposta que essa onda de confiança e otimismo contagia e compromete o Congresso, não só para livrar TEMER (de novo), como para renovar as chances de ser aprovada uma reforma da Previdência.

… Esse é o cenário que explica as máximas históricas do IBOVESPA, que, para muitos traders, só começou a subir.

… Numa conjunção favorável de fatores, o mercado conta também com a cautela do FED e do BCE, que garantem a liquidez global (e o fluxo para os emergentes), atrasando a normalização de suas políticas monetárias.

… Os investidores estrangeiros perceberam depressa que o Brasil estava deixando para trás seu inferno astral, e antes que alguns domésticos acordassem, arremataram alguns bons lotes a preços de ocasião.

… Mas a bolsa ainda mantém prognósticos muito otimistas, e por isso não vai gastar tempo com a nova denúncia contra TEMER, que pode passar batida, deixando muita gente sem entender nada.

2018 – O mercado também se anima com as chances de ser eleito um governo market friendly para o Planalto.

… A delação de PALOCCI, que parece ter afastado definitivamente LULA da disputa presidencial, foi recebida com muito alívio pelos investidores, que já há algum tempo não escondem a preferência por DORIA (PSDB).

… Nesta 4ªF, o “balão de ensaio” do PSD, que fez uma espécie de pré-lançamento da candidatura de Henrique MEIRELLES, também teve um impacto muito positivo, injetando ânimo extra nos negócios.

… O ministro foi ao Twitter para desmentir que seja pré-candidato, o que foi bom para preservar a agenda fiscal, mas o recado está dado. MEIRELLES, à frente da equipe econômica, leva os louros da recuperação do País.

STF – O pedido de vista que interrompeu ontem o julgamento do recurso de TEMER para suspender uma nova denúncia da PGR, até que sejam analisadas irregularidades na delação da J&F, não impedirá JANOT de agir.

… A Corte rejeitou por unanimidade a suspeição de JANOT para continuar à frente do processo e o procurador está livre para apresentar denúncia contra TEMER até o último minuto de seu mandato, no dia 18, às 8h.

NINGUÉM VENDE – Bem que tentaram derrubar a BOVESPA, que chegou a cair 0,6% na mínima (74.725 pontos), nesta 4ªF. Mas o ensaio de realização tratou de ser rapidamente absorvido pelo otimismo non stop.

… O mercado adorou a história da candidatura de MEIRELLES e esta é só mais uma boa notícia no contexto de cenário econômico sem inflação e com retomada de crescimento, e riscos políticos já bem precificados.

… A escalada da bolsa e os sinais de reação da atividade econômica já levam os bancos a revisaram as projeções para o volume de oferta de ações (IPOs) neste ano, que pode atingir perto de R$ 50 bilhões (Broadcast).

… Se confirmado, será o melhor ano desde 2007, quando o volume movimentado foi de R$ 70 bilhões. A conta desconsidera a megacapitalização de R$ 120 bilhões da PETROBRAS em 2009, que distorce os números.

… O giro turbinado de R$ 11,4 bilhões continua dando a medida do apetite comprador. Duro na queda, o índice à vista engatou a terceira alta seguida e subiu mais 0,33%, para renovar o topo histórico, aos 74.787,56 pontos.

… Como fator coadjuvante, o ânimo do petróleo (abaixo) deu gás extra à BOVESPA, acelerando os ganhos da PETROBRAS. O papel PN engatou alta expressiva de 1,82%, a R$ 15,68, e ON subiu 1,08%, a R$ 15,03.

… VALE destoou entre as blue chips das commodities, caindo 1,39%, para R$ 34,77. Mas não pesou.

… Entre os bancos, sinal positivo de BRADESCO PN (+0,43%, R$ 35,41) e ITAÚ UNIBANCO PN (+0,70%, R$ 42,93). No final da tarde, pedido de vista suspendeu o julgamento nos STJ sobre as perdas com os planos econômicos.

JBS – No ranking das altas, ainda mereceu destaque (+2,35%), com a prisão de WESLEY Batista, que pode acelerar a troca de comando na companhia, atendendo aos desejos do BNDESPar e de acionistas minoritários.

… Existe o risco de o irmão mais velho, JOSÉ BATISTA Jr., conhecido como “Júnior Friboi”, assumir a presidência. Mas a solução ideal para o investidor é que a companhia limpe a cúpula de mais um nome da família.

… Estão cotados para o cargo Gilberto TOMAZONI, hoje presidente global de operações da JBS, Gilberto XANDÓ, nomeado em junho para o conselho de administração, e André NOGUEIRA, que toca as operações nos EUA.

… Um rebaixamento do rating da JBS, em decorrência da troca de controle da companhia, poderá motivar a liquidação antecipada de dívidas do frigorífico emitidas no exterior, segundo informou o Broadcast.

DÓLAR – Apesar de ter subido pelo terceiro pregão seguido, o que analistas continuam dizendo é que isso não significa reversão da tendência de apreciação do real, na boa fase vivida pelo Brasil.

… A moeda americana só ampliou os ganhos, ontem, porque resolveu respeitar a alta externa, que logo tende a perder fôlego. Mas, mesmo colada ao exterior, fechou abaixo de R$ 3,14, porque não combina ficar tão cara.

… Já com a chance de MEIRELLES sair candidato, o DÓLAR desacelerou a alta, para fechar a R$ 3,1385 (+0,35%).

JUROS – Também no DI, não tem crise nem flecha que acerte o alvo. Blindada pelo quadro econômico, a ponta curta perdeu mais prêmio e o trecho longo, embora não tenha caído, tampouco subiu. Nada abala.

… No day after da ata do COPOM, o contrato para jan/19 continuou recuando, para 7,59%, de 7,64%, enquanto mal oscilaram os vencimentos para jan/21, que foi de 9,02% para 9,01%, e jan/23, de 9,65% para 9,64%.

… Na onda de revisões mais otimistas dos indicadores, a LCA reduziu a projeção para o IPCA deste ano de 3,4% para 3,1% e passou a prever SELIC de 7% em dezembro (contra 7,5% antes), diante da ata “mais explícita”.

AGENDA – Depois da surpresa recente com o PIB/2T positivo, se também o IBC-Br de julho confirmar hoje (8h30) a reação que já exibiu em junho (+0,5%), vai entrar na conta dos fundamentos que fazem a festa do mercado.

… Na margem, a mediana das apostas no Projeções Broadcast é de +0,19%. O piso é negativo (-0,20%) e o teto é de +0,60%. Na comparação anual, o intervalo das estimativas vai de zero a +2,40%, com mediana de +0,90%.

… Antes (8h), sai o IGP-10, que deve interromper a sequência de cinco deflações, para subir 0,35% na mediana.

… MEIRELLES terá a chance de comentar a retomada econômica em cerimônia de premiação promovida esta manhã (8h30) pelo Grupo Estado, em SP. À noite (19h30), participa com ILAN de evento da IstoÉ Dinheiro.

TRUMP’S TRIUMPH – O presidente dos EUA saiu de reunião com republicanos e democratas dizendo que quer enviar em breve para o Congresso uma proposta sobre a reforma tributária. Fez a alegria dos mercados.

… Melhorou ainda mais quando o presidente da Câmara, Paul RYAN, informou o deadline para que o projeto seja divulgado: até dia 25. Na reta final do pregão, juros dos Treasuries, dólar e bolsas bateram máximas.

… O timing resgata a esperança de que a Câmara aprove o texto em outubro e o Senado, em novembro.

… TRUMP fala no maior corte de taxas na história, com redução do imposto corporativo de 35% para 15%.

… Desde a devastadora passagem do furacão Harvey, parlamentares vêm unindo esforços, o que pode dar maior capital político à Casa Branca para acelerar a ambiciosa agenda de reformas prometida pelo presidente.

… No Twitter, TRUMP argumentou que a aprovação da reforma tributária e do corte de impostos no Congresso é “mais necessária do que nunca”, depois dos estragos causados pela passagem dos últimos furacões nos EUA.

… O mercado está com ele, na torcida para que a pauta deslanche. Ampliando o rali que começou na 2ªF, o YIELD de dois anos subiu para 1,351%, de 1,326%, e o de dez anos, para 2,195%, contra 2,169% na véspera.

… Também o DÓLAR voltou a mostrar sua força contra o IENE (110,62/US$) e o EURO (US$ 1,1885), contando com o estímulo adicional da expectativa de que a inflação ao consumidor de agosto acelere hoje (abaixo).

… Mas mesmo um dado forte não será suficiente para bancar apostas num FED hawkish, porque o PCE, que tem maior status de importância, segue distante da meta (2%) e desloca para 2018 a expectativa de um aperto.

WALL STREET – Com a reforma tributária de volta ao radar, as bolsas em NY preservaram as máximas históricas pelo segundo pregão consecutivo. É verdade que não foram longe, mas também não caíram.

… O índice DOW Jones fechou em leve alta de 0,18%, aos 22.158,18 pontos, enquanto os outros dois principais índices ficaram estáveis: S&P 500, +0,08%, aos 2.498,37 pontos, e Nasdaq, +0,09%, aos 6.460,19 pontos.

… Poderiam ter mostrado maior fôlego, se a APPLE não tivesse caído 0,75%, no day after da falha do iPhone X. Já o setor de energia compensou (CHEVRON, +1,5%, EXXONMOBIL, +0,34%, e CONOCOPHILLIPS, +1,4%).

… As ações foram na cola do PETRÓLEO, animado pelo relatório da AIE, que indicou queda da produção global no mês de agosto, pela primeira vez em quatro meses, sinal de sucesso do pacto da OPEP para enxugar excessos.

… Na NYMEX, o contrato do WTI emplacou alta de 2,2%, no melhor nível em cinco semanas, cotado a US$ 49,30 por barril. Na ICE londrina, o tipo BRENT avançou 1,64%, para US$ 55,16. Desde abril, não valia tanto.

MAIS AGENDA – A gasolina mais cara com o furacão Harvey deve acelerar o CPI (9h30) para 0,4% no índice cheio de agosto, contra 0,1% em junho. O núcleo pode elevar o ritmo (+0,2%) para o dobro do mês anterior.

… No mesmo horário, o auxílio-desemprego tem estimativa de alta semanal de sete mil pedidos.

… Na Europa, apesar da inflação mais forte que o esperado no Reino Unido em agosto, a aposta é de que o BoE (8h) manterá o juro na mínima histórica. Mas a ala hawkish já pode mostrar maiores dissidências no placar.

CHINA HOJE – Produção industrial reduziu o ritmo para 6% em agosto, de 6,4% em julho, contrariando previsões de alta para 6,6%. Ainda as vendas no varejo, que subiram 10,1%, decepcionaram a projeção de 10,5%.

EM TEMPO… PETROBRAS aprovou acordo para encerrar mais uma ação individual na Corte Federal de NY…

… Estatal informou que o conselheiro Durval José Soledade Santos vai compor o Comitê de Minoritários.

VALE informou que US$ 489,385 milhões em bonds com vencimento em 2020 foram adquiridos em oferta.

BELO MONTE. Justiça determinou a suspensão das obras da hidrelétrica no Pará.

ANDRADE GUTIERREZ. A Fitch reafirmou o rating B-, com perspectiva negativa.

MAGAZINE LUIZA. S&P informou que rating não foi imediatamente afetado por anúncio de OPA.

TELEFÔNICA BRASIL. A S&P reafirmou os ratings ‘brAAA’. A perspectiva permanece estável.

TIM. Autoridade italiana decidiu que a francesa Vivendi é controladora de fato da Telecom Italia.

GOL. A demanda total de voos cresceu 3,4% em agosto, na comparação com o mesmo período de 2016.

AZUL. Bozano Investments LLC não participará da oferta de ações (follow on) para saída de acionistas.

SANEPAR informa que Morgan Stanley atingiu posição equivalente a 5,5% das ações preferenciais da empresa.

LOCALIZA informou que pagará juro sobre capital próprio bruto de R$ 0,1864 por ação. Ex dia 25.

MOSAIC. O furacão Irma danificou dois armazéns, um deles com adubo destinado ao Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s