O poder do FOCO

foco

Todo início do ano as pessoas se apegam a promessas e juras do que farão de diferente no novo ciclo de 365 dias que se inicia. Há os que enxergam a sua existência como etapas que se iniciam e se findam, sempre permeadas por alegrias e tristezas, vitórias e derrotas, saúde ou doença e vida e morte. Mas, o que gostaria mesmo de destacar não são as expectativas, às vezes um tanto quanto mirabolantes e até pueris, que afloram nas pessoas nessa época do ano, mas sim o valor do tempo na vida de cada um. Isso logicamente é digno de atenção e de uma bela reflexão sobre o que cada um tem feito com suas horas ao longo dos anos.

Para os que acreditam que viver não é um status estacionário e que tudo – mas, tudo mesmo – está em constante transformação, é preciso sempre parar e pensar: o que eu faço com o meu tempo? Você já refletiu sobre a relevância dele nos resultados adquiridos ao longo da sua vida? Também pensou que é importante haver um equilíbrio em todas as áreas? Seja ela profissional, pessoal, sentimental, emocional ou financeira? Ou seja, não adianta trabalhar muito, sem cuidar da saúde física e mental, ou mais ainda da financeira. O que pode ser dito, categoricamente, é que todo ser humano tem na construção do seu “eu” emoções, sentimentos e experiências que o fazem reagir de modo diferenciado em relação aos fatos da vida. Nesse aspecto, é a qualidade do tempo empregado que definirá quem ele será no futuro.

Entretanto, para olhar o futuro, é preciso ter foco no presente! Na realidade, falar em tempo presente é algo um tanto quanto etéreo, pois, daqui a uma fração de segundos, o agora já virou passado e o futuro já se instalou definitivamente; em outra fração de segundo, já é passado de novo.

Mas, por que exatamente falar sobre isso? Porque para maximizar esse tão mal fadado tempo ao qual nos referimos é preciso ter foco nas metas que se deseja cumprir ao longo do ano.

Mas, para isso, são necessários dois itens fundamentais no planejamento do tempo: a organização e a disciplina. As metas devem ser traçadas no papel e cumpridas uma a uma, com celeridade e confiança. E o tempo? Não perca tempo a olhar para o relógio, siga as suas metas, com confiança!

Uma dica interessante é que essas metas sejam traçadas em três estágios: curto, médio e no longo prazo. É claro que nada precisa ser tão rígido, mas faz-se necessária a criação de um roteiro de prioridades. E, acima de tudo, concentrado nos objetivos que deseja colocar em prática. Quando fixa sua atenção naquilo a que se propõe realizar existe uma conjugação de forças e nenhum momento é desperdiçado. No entanto, os anseios do mundo moderno muitas vezes impõem que várias tarefas sejam cumpridas ao mesmo tempo, mas o importante é perceber que cada coisa deve ser realizada no seu tempo. Se você não consegue seguir a linha de ação traçada, a tendência é que os objetivos se percam no meio do caminho. E daí você pensa que no início do ano fixou metas para cumpri-las, não é mesmo?

A questão é que, a despeito de todas as afirmações sobre o tempo, tais como, a da mudança na rotação da Terra como agente influenciador das horas, a verdade é que cada um é senhor do seu destino. Alguns chamam de livre arbítrio, outros de poder de escolha. O importante é entender que o foco é um fator preponderante e que nada é rígido e estático. Sempre existe a possibilidade de mudar o rumo e escolher um novo caminho, mediante qualquer necessidade. Porém, o que não se pode perder é a essência do viver! Para amealhar grandes experiências é preciso, antes de mais nada, coragem e determinação para enfrentar todos os desafios e entender que, em alguns momentos, estamos suscetíveis às falhas naturais de todo e qualquer ser humano.  Afinal, quem nunca ouviu falar o famoso clichê de que “só erra quem trabalha?”. Pois bem, muitas vezes é necessário vivenciar o erro para entender o verdadeiro valor do acerto.

Então, se você é daquelas pessoas que no início do ano faz sempre planos para o que irá desenvolver de ações ao longo do mesmo, pense muito mais no valor das suas horas. São elas que definirão o seu sucesso ou fracasso. Lembre-se o tempo é implacável e não adianta ficar contando os ponteiros do relógio e ficar aflito com o seu ritmo frenético. O importante é estar atento e com foco em resultados. Faça isso e você verá um mundo de possibilidades que se abrirá para você!  Carpe Diem!

Por: Verônica M. de Oliveira - Jornalista
www.linkedin.com/in/veronicadeoliveira